A AMPLIAÇÃO DO TRIÂNGULO MÁGICO

Resistência ao rolamento, aderência em pistas molhadas e resistência ao desgaste são os elementos que formam o chamado Triângulo Mágico do desempenho dos pneus. Mas por que “Triângulo Mágico”? Quando o negro de fumo era a única carga de reforço nos pneus, a regra de ouro dizia que não era possível ampliar um ângulo do triângulo, ou seja, melhorar uma das três propriedades sem ocasionar perda em uma das outras duas. 

Triângulo Mágico

Há muito tempo, a principal meta da indústria de pneus é promover o desenvolvimento contínuo nas seguintes áreas:

  • Melhora da resistência ao rolamento para reduzir o consumo de combustível

  • Melhora da aderência em pistas molhadas e secas para aumentar a segurança na direção 

  • Melhora da resistência do pneu ao desgaste para aumentar a quilometragem ou a vida útil do pneu

Isso mudou quando a tecnologia do “pneu verde” revolucionou o mercado de pneus. De repente, dois ângulos, consumo de combustível e aderência em pistas molhadas, foram melhorados ao mesmo tempo e, surpreendentemente, numa proporção bem significativa. E isso foi realizado mantendo a resistência ao rolamento no nível atual.

A base da tecnologia do "pneu verde” é o sistema sílica/silano. Tudo começou com a Si 69®, que tornou possível que a sílica fosse usada em pneus e que continua sendo referência mundial. Em comparação com o negro de fumo, que apresenta alta afinidade, mas interações apenas físicas com os polímeros, o sistema sílica/silano liga quimicamente a carga de sílica com o polímero. Essa ligação química entre a carga e o polímero é criada pela reação com um silano funcional, como o Si 69®, e fornece a base para o perfil de propriedades único do sistema de carga sílica-silano. 

DE QUE MANEIRA OS NOSSOS PRODUTOS AMPLIAM O TRIÂNGULO MÁGICO?

RESISTÊNCIA AO ROLAMENTO E CONSUMO DE COMBUSTÍVEL 

Na comparação com pneus com composições de borracha reforçada com negro de fumo, os compostos com Si 69® melhoram a resistência ao rolamento em cerca de 30% (e o consumo de combustível em cerca de 5%). O que é digno de nota é que, para isso, basta mudar a composição da banda de rodagem que fica em contato com a pista. Melhoras adicionais podem ser esperadas no futuro quando o sistema sílica/silano for estendido a outros compostos de pneus. O Si 363® está desafiando os limites ainda mais. Quando comparada com os sistemas sílica/silano estabelecidos, a resistência ao rolamento dos pneus com Si 363® é ainda mais reduzida, com uma diferença de até 15% a menos. Na comparação com o negro de fumo, a resistência ao rolamento fica entre 40-45% mais baixa!

ADERÊNCIA EM PISTA MOLHADA

O desempenho do pneu tem relação direta com a segurança na direção. Espera-se que, quando freado, o carro pare após poucos metros, mesmo em pistas molhadas. O único contato com a pista é feito pelas rodas. Por isso, o papel mais importante é exercido pela banda de rodagem. As bases científicas do fenômeno da frenagem sobre superfície molhada ainda estão sendo investigadas, mas a introdução do sistema sílica/silano ocasionou uma melhora significativa na frenagem nessas condições.

Uma explicação para a melhora é o fato de que, ao contrário do negro de fumo não polar, a sílica contendo compostos de borracha pode atravessar com mais facilidade o filme de água na superfície da pista. Somente as propriedades viscoelásticas únicas dos compostos de borracha com carga de sílica permitem cumprir os rigorosos requisitos de segurança para bandas de rodagem dos modernos carros de passeio.

Os silanos de borracha são ingredientes cruciais também nesse caso. Somente com silanos como o Si 69®, pode-se garantir o equilíbrio entre aderência em pista molhada, desgaste e resistência ao rolamento.  

RESISTÊNCIA AO DESGASTE

Na Europa, a segurança na direção e a eficiência do combustível são parâmetros dominantes quando se trata de pneus de automóveis. Eles se refletem no rótulo europeu dos pneus, nos quais a resistência ao rolamento e a distância de frenagem em condições molhadas são classificadas juntamente com o ruído do pneu. A resistência ao desgaste não pode ser negligenciada no ambiente competitivo da indústria de pneus, especialmente quando em outras regiões do mundo o que se enfatiza é a vida útil do pneu.

Os silanos são essenciais para a resistência ao desgaste dos pneus, uma vez que ele estabelece a ligação química entre a sílica e o polímero. Dessa maneira, ligações altamente energéticas e estáveis entre carga e borracha previnem a formação de lascas na sílica em condições de estresse. A resistência à abrasão é significantemente melhorada. Especialmente em combinação com sílicas de alta dispersão como a ULTRASIL® 7000 GR é possível cumprir as rigorosas exigências para as bandas de rodagem dos modernos veículos de passeio. 

MAIS INFORMAÇÕES